Pular para o conteúdo principal

Documentos

Confira alguns dos documentos e manifestações públicas do Observatório dos Impactos do Coronavírus nas Comunidades Pesqueiras:

>> REIVINDICAÇÕES DA PESCA ARTESANAL DO BRASIL FRENTE À PANDEMIA DO CORONAVÍRUS
O documento relata o recente contexto socioeconômico enfrentado pelas comunidades pesqueiras, que pode ser ainda mais agravado pela pandemia do Coronavírus. O texto também apresenta todas as reivindicações dos movimentos pesqueiros, em conjunto com pesquisadores e ativistas de organizações de apoio à pesca artesanal.


>> Cartilha: O que os pescadores e pescadoras artesanais precisam saber sobre o Coronavírus (Covid-19)?
Para responder perguntas de como evitar a contaminação pelo Coronavírus ou sobre como realizar a pesca nesses tempos de pandemia, o Grupo Observatório dos Impactos do Coronavírus nas Comunidades Pesqueiras acaba de lançar uma cartilha que tenta, de maneira leve, responder essas questões. 
Direcionada para as comunidades pesqueiras, a publicação tem o objetivo de ser um instrumento de formação, que ajude a tirar as principais dúvidas dos pescadores e pescadoras artesanais.

No documento, assinado por 448 organizações e movimentos de pescadores e pescadoras artesanais, pesquisadores e ativistas, os signatários alertam para o impacto que a resolução 500/2020 do Conama pode ter sobre os manguezais, afetando diretamente no meio ambiente, na reprodução das espécies marinhas e no aceleramento das mudanças climáticas. 
Outra preocupação apontada na nota é que a resolução 500/2020 aumente o risco de conflitos nos territórios pesqueiros, ameaçando assim a vida e a permanência dos pescadores e pescadoras artesanais  nos seus territórios. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Observatório lança Nota em repúdio à resolução 500/2020 do Conama

Movimentos e organizações de pescadores e pescadoras artesanais, pesquisadores e ativistas acabam de lançar nota de repúdio à resolução 500/2020 do Conama. 448 organizações, no total, assinam a nota.No documento divulgado hoje (01/10),  as organizações alertam para o impacto que a medida pode ter sobre os manguezais, afetando diretamente no meio ambiente, na reprodução das espécies marinhas e no aceleramento das mudanças climáticas.Outra preocupação apontada na nota é que a resolução 500/2020 aumente o risco de conflitos nos territórios pesqueiros, ameaçando assim a vida e a permanência dos pescadores e pescadoras artesanais  nos seus territórios. Confira a nota na íntegra logo abaixo ou acesse o documento por aqui!


---------------------------------------------------------------------------NOTADEREPÚDIOÀRESOLUÇÃOCONAMAnº500/2020DO28DESETEMBRODE2020 EMDEFESADAPESCAARTESANALESUASCOMUNIDADESNós, pescadoras e pescadores artesanais, povos e comunidades tradicionais extrativistas costeiros m…

Pescadores artesanais tentam garantir a inclusão dos profissionais da pesca no Projeto de Renda Básica de Cidadania Emergencial que será votado hoje (01/04)

Pescadores temem que o Projeto do Auxílio emergencial aprovado na segunda-feira não contemple por completo a categoria

A votação de hoje (01/04) no Senado, do Projeto de Lei 873/2020, do Senador Randolfe Rodrigues
(Rede-AP), que trata da Renda Básica de Cidadania Emergencial e garante até R$ 1.500 para famílias de baixa renda durante a pandemia do novo coronavírus, é a nova aposta entre os pescadores e pescadoras artesanais para garantir que os profissionais da pesca recebam, de maneira assegurada, o pagamento do benefício durante o momento em que estão parados por conta do Coronavírus.
Na segunda-feira (30/03), apesar de comemorarem a aprovação do Projeto de Lei do Auxílio Emergencial (PL  9236/17), que trata do benefício a pessoas de baixa renda impedidas de trabalhar por conta do Coronavírus, os movimentos pesqueiros ficaram preocupados com o alcance do auxílio.  Segundo a proposta aprovada, para ter acesso ao benefício, o informal tem que cumprir os critérios de baixa renda, não p…

Movimentos pesqueiros comemoram o PL do auxílio emergencial, mas temem que benefício não alcance todos os pescadores e pescadoras artesanais que estão no critério da lei

Histórico de negação de direitos por parte do Estado brasileiro no pagamento de benefícios à categoria gera insegurança.

Movimentos sociais e organizações que reúnem pescadores e pescadoras artesanais das mais Projeto
de Lei 9236/17, que trata do auxílio emergencial a pessoas de baixa renda impedidas de trabalhar por conta do Coronavírus. O PL já aprovado na Câmara de Deputados prevê o pagamento por três meses, do valor de R$ 600,00 aos beneficiários.  A ideia é enviar o documento elaborado por lideranças de movimentos de pescadores, juristas, pesquisadores e especialistas, para os senadores que irão apreciar o PL nessa segunda-feira (30/03).
diferentes regiões do país, em conjunto com pesquisadores e ativistas reunidos no “Grupo Observatório dos Impactos do Coronavírus nas Comunidades Pesqueiras” estão lançando, nessa segunda-feira (30/03), um documento com mais de 200 assinaturas, cujo objetivo é garantir que todos os pescadores e pescadoras artesanais, que estão dentro dos critéri…